Projeto Pedagógico do Curso

 O licenciado em Matemática formado pela UNIFEI terá uma formação de educador que valorize tanto a Matemática como as dimensões mais amplas do ser humano. Para tanto, o curso fornece uma formação que lhe garanta conhecimentos sobre a dimensão cultural, social, política e econômica da educação, sobre crianças, jovens e adultos, educação especial, tecnologias de comunicação e informação, cultura geral e profissional e sobre processos de investigação que lhe possibilitem compreender o papel social da escola, sua inserção na comunidade e as possibilidades de intervenção na busca constante pelo exercício da cidadania.

Esse profissional  deve ter domínio dos conteúdos Matemáticos, possuir conhecimento pedagógico, a fim de ter elementos que o permitam fazer intervenções adequadas no ensino básico e ter conhecimentos relativos à pesquisa científica, em especial, na área de Educação Matemática.

Além disso, deverá ter uma percepção da prática docente como um processo dinâmico em que as estratégias de ensino devem ser continuamente modificadas a fim de promover a aprendizagem de forma coletiva. Ressalta-se ainda que este egresso deve buscar o seu desenvolvimento profissional, a partir da prática de formação continuada e empreendedora de inovações na sua área de atuação, apresentando habilidade de comunicação oral e escrita.

 

O licenciado em Matemática pela Unifei deverá estar apto a:

 I – atuar com ética e compromisso com vistas à construção de uma sociedade justa, equânime, igualitária;

II - compreender o seu papel na formação dos estudantes da educação básica a partir de concepção ampla e contextualizada de ensino e processos de aprendizagem e desenvolvimento destes, incluindo aqueles que não tiveram oportunidade de escolarização na idade própria;

III - trabalhar na promoção da aprendizagem e do desenvolvimento de sujeitos em diferentes fases do desenvolvimento humano nas etapas e modalidades de educação básica;

IV - dominar os conteúdos específicos e pedagógicos e as abordagens teórico-metodológicas do seu ensino, de forma interdisciplinar e adequada às diferentes fases do desenvolvimento humano;

V - relacionar a linguagem dos meios de comunicação à educação, nos processos didático-pedagógicos, demonstrando domínio das tecnologias de informação e comunicação para o desenvolvimento da aprendizagem;

VI - promover e facilitar relações de cooperação entre a instituição educativa, a família e a comunidade;

VII - identificar questões e problemas socioculturais e educacionais, com postura investigativa, integrativa e propositiva em face de realidades complexas, a fim de contribuir para a superação de exclusões sociais, étnico-raciais, econômicas, culturais, religiosas, políticas, de gênero, sexuais e outras;

VIII - demonstrar consciência da diversidade, respeitando as diferenças de natureza ambiental-ecológica, étnico-racial, de gêneros, de faixas geracionais, de classes sociais, religiosas, de necessidades especiais, de diversidade sexual, entre outras;

IX - realizar pesquisas que proporcionem conhecimento sobre os estudantes e sua realidade sociocultural, sobre processos de ensinar e de aprender, em diferentes meios ambiental-ecológicos, sobre propostas curriculares e sobre organização do trabalho educativo e práticas pedagógicas, entre outros;

X - utilizar instrumentos de pesquisa adequados para a construção de conhecimentos pedagógicos e científicos, objetivando a reflexão sobre a própria prática e a discussão e disseminação desses conhecimentos;

XI - estudar e compreender criticamente as Diretrizes Curriculares Nacionais, além de outras determinações legais, como componentes de formação fundamentais para o exercício do magistério.

 

Em relação ao conhecimento específico de Matemática, espera-se que o licenciando esteja apto a:

 

I - estabelecer relações entre os aspectos formais e intuitivos em suas aulas;

II - propor situações que incentivem seus alunos a formular conjecturas e generalizações;

III – incentivar e orientar seus alunos na elaboração de argumentações e demonstrações matemáticas;

IV - utilizar diferentes representações para um conceito matemático, transitando por representações simbólicas, gráficas e numéricas, entre outras, de forma que seus alunos possam compreender os conceitos estudados;

V – propiciar situações em que seus alunos possam analisar dados utilizando conceitos e procedimentos matemáticos;

VI – propor situações problema que seus alunos possam resolver utilizando conceitos e procedimentos matemáticos;

VII – orientar e encaminhar seus alunos na elaboração de modelos matemáticos utilizando conceitos e procedimentos da área.

O  Curso de Matemática Licenciatura concebe a relação docência – investigação - produção de conhecimentos como um compromisso a ser orientado por princípios básicos que busquem a articulação da formação acadêmica dos estudantes universitários com sua futura atividade profissional, através de sua inserção efetiva na prática do trabalho e no trabalho de investigação durante os anos dedicados à sua formação.  

Assim, considerando os referenciais orientadores tanto das Licenciaturas quanto do Curso de Matemática, a metodologia adotada deve privilegiar a construção dos significados dos conceitos e das ideias matemáticas, buscando afastar-se, o mais possível, de práticas centradas na repetição, na memorização ou em quaisquer atividades desprovidas de compreensão.

Para isso, diversas metodologias para o processo de aprendizagem são utilizadas ao longo do curso de Matemática Licenciatura da Unifei. Dentre elas:

 

·        Aulas expositivas dialogadas;

·        Aulas práticas no âmbito de disciplinas que utilizam softwares ou laboratórios específicos e de outras que problematizam a prática como componente curricular;

·        Desenvolvimento de trabalhos (pesquisa, projetos, etc.) individuais e em grupos de temas específicos;

·        Apresentação de seminários;

·        Palestras com especialistas convidados;

·        Avaliações individuais e em grupos (de natureza teórica e ou prática);

·        Realização de estágios e visitas a outras instâncias da profissão.

 

O que se busca com estas metodologias é propiciar situações de aprendizagem que estimulem a capacidade de ouvir, discutir, escrever, ler ideias matemáticas, interpretar significados e desenvolver o pensamento indutivo e dedutivo; atitudes cognitivas que possibilitem ao estudante, ao longo da sua formação, desenvolver a capacidade de pensar com autonomia intelectual e criatividade.

O curso foi  submetido à avaliação externo referente ao processo de reconhecimento do curso, obtendo nota 3.  Em relação ao ENADE de 2014, atingimos a nota 4 e em 2017 o curso foi avaliado, também, pelo Guia do Estudante obtendo 4 estrelas. 

O estudantes do curso estão submetidos aos processos de avalição internos à instituição tanto no que se refere aos processos de avalição das disciplinas quanto aos processos de avalição da Comissão Própria de Avaliação.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTI - Diretoria de Tecnologia da Informação - (35) 3629-1080 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa09.unifei.edu.br.sigaa09