Projeto Pedagógico do Curso

O principal objetivo do curso é: promover a formação de engenheiros eletrônicos, com ênfase no desenvolvimento de produtos e solução de problemas, tecnicamente por meio de uma abordagem prática baseada em projetos, pessoalmente provendo situações para o desenvolvimento de suas habilidades e socialmente através de atividades de extensão em contato com a sociedade local.

Deste modo espera-se que o engenheiro eletrônico da Unifei seja capaz de atuar em todo o ciclo de vida e contexto do projeto de produtos (bens e serviços) e de seus componentes, sistemas e processos produtivos, inclusive inovando-os.

O egresso do curso de engenharia eletrônica será submetido, durante a sua graduação, a experiências, situações e processos que visam desenvolver as seguintes competências. Ao fim do descritivo é apresentado o nível esperado segundo a taxonomia revisada de Bloom,

·        Usabilidade: formular e conceber soluções desejáveis de engenharia, analisando e compreendendo os usuários dessas soluções e seu contexto (4C);

·        Matemática, Física e Química: analisar e compreender os fenômenos físicos e químicos por meio de modelos simbólicos, físicos e outros, verificados e validados por experimentação (3B);

·        Projetista: conceber, projetar e analisar sistemas, produtos (bens e serviços), componentes ou processos (6C);

·        Gestão de Projeto: implantar, supervisionar e controlar as soluções de Engenharia (5B);

·        Comunicação: comunicar-se eficazmente nas formas escrita, oral e gráfica (3C);

·        Trabalho em Equipe: trabalhar e liderar equipes multidisciplinares (5C);

·        Legislação e Ética: conhecer e aplicar com ética a legislação e os atos normativos no âmbito do exercício da profissão (3B);

·        Autoaprendizagem: aprender de forma autônoma e lidar com situações e contextos complexos, atualizando-se em relação aos avanços da ciência, da tecnologia e aos desafios da inovação (5D);

·        Desenvolvimento de Hardware: conceber, projetar, fabricar e testar produtos eletrônicos, escolhendo os melhores processos, métodos e técnicas para o desenvolvimento de um produto eletrônico (6C);

·        Programação de Dispositivos: organizar, codificar, programar, implementar e testar algoritmos para microcontroladores e lógicas para FPGAs, escolhendo os melhores processos, métodos e técnicas para o desenvolvimento (5C);

·        Instrumentação: implementar, escolher e testar circuitos para leitura de sensores, conhecendo os princípios de instrumentação e condicionamento de sinais (5B);

·        Conectividade: implementar, escolher e testar sistemas de comunicação, conhecendo os princípios de redes e transmissão de dados (5B).

O curso de Engenharia Eletrônica é pautado na valorização dos dois atores do processo de aprendizagem: o professor e o aluno, bem como na adoção de uma pedagogia centrada no aluno.

A relação entre docente e discente deve ser pautada, principalmente, pelo respeito e pela ética, sem os quais a transferência do conhecimento e o processo de aprendizagem, são enormemente prejudicados. O discente se torna corresponsável neste processo, refletindo sobre seu conhecimento atual e buscando relacioná-lo com aquele que o docente expõe. Cabe ao docente, nesta abordagem, mais que a simples apresentação do conhecimento, relacioná-lo ao contexto do discente e orientá-lo em seus estudos. Isto requer uma migração gradativa, da responsabilidade do aprender, do docente para o discente. Esta migração, no entanto, não exime o docente de responsabilidades, mas no fundo faz uma grande mudança em suas atribuições fundamentais: de um palestrante que apenas demonstra, controla e reforça para um tutor, que supervisiona, assessora, observa e corrige a direção.

Esta migração de responsabilidade, baseada largamente na abordagem PETRA, é ponto fundamental para que o discente passe de um estágio de memorizador de conteúdo e consiga desenvolver competências com atividades cognitivas de mais alta complexidade como adaptar, transformar, descobrir, gerar e criar.

O meio encontrado pelo curso para auxiliar neste processo é através da inserção gradual e crescente de metodologias ativas na estrutura curricular, principalmente a aprendizagem baseada em projeto.

Nenhum conteúdo disponível até o momento Baixar Arquivo
SIGAA | DTI - Diretoria de Tecnologia da Informação - (35) 3629-1080 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa03.unifei.edu.br.sigaa03