Apresentação

O campo de atuação do Engenheiro Químico é bastante extenso, mas principalmente, as Indústrias de Celulose e Papel, Borracha e Plásticos, Petróleo e Petroquímica, Cerâmica, Resinas, Medicamentos, Tratamento de efluentes, Tintas, Corantes e Cosméticos, Biotecnologia, Indústria Alimentícia e Sucroalcooleira, dentre outras. Podendo atuar, em razão do grande embasamento técnico-científico, em todos os setores da indústria, acompanhando o processo industrial em todos os níveis e na pesquisa.

A indústria química e petroquímica é um dos mais importantes setores da economia brasileira. Em 2011, o Brasil estava em 6ª lugar no ranking mundial das indústrias químicas, com um faturamento de US$157 bilhões. Em 2013, o faturamento líquido da indústria química brasileira foi R$ 153 bilhões, com uma expansão de 12,4% em relação a 2011. No Brasil há 973 fábricas de produtos químicos de uso industrial, concentradas na região Sudeste, 557 no estado de São Paulo e 55 no Estado de Minas Gerais.

O município de Itajubá está localizado no Sul de Minas Gerais, próximo a uma rede urbana de cidades de porte médio, do Vale do Paraíba (70 km) e das grandes capitais da região sudeste: Belo Horizonte (445 km), São Paulo (261 km), Rio de Janeiro (318 km). O polo do Vale do Paraíba tem 3.659 unidades industriais, destacando Revap, Basf, Monsanto, Embraer, Nestlé, Johnson, Coca-Cola, Guardian do Brasil, Votorantim, Indústrias Nucleares do Brasil (INB), Volkswagen, AmBev, Fibria Celulose, Dow Química, Latasa, Schrader Bridgeport, Parker Hannifin, Pirelli, White Martins, a Indústria Nacional de Aços Laminados (INAL), a Companhia Estanífera Brasileira (CESBRA), entre outras. 

O Curso de Engenharia Química da UNIFEI tem como objetivo a formação de um profissional com capacidade analítica, com conhecimento intrínseco do processo e sólida fundamentação em modelagem de processos químicos, cálculo de reatores e operações unitárias. Nesse contexto, o engenheiro químico deve ter a capacidade de contribuir no avanço tecnológico e organizacional da moderna produção industrial, comprometida com sua eficiência, qualidade e competitividade. Além disso, deve poder relacionar os problemas de natureza tecnológica, social, econômica e ambiental associados com os processos produtivos.

O engenheiro químico da UNIFEI deverá possuir uma formação básica sólida e generalista, com capacidade para se especializar em qualquer área do campo da engenharia química, que saiba operar de forma independente e também em equipe, que detenha amplos conhecimentos e familiaridade com ferramentas básicas de cálculo e de informática, e com os fenômenos físicos envolvidos na sua área de atuação. Essencialmente deve ter adquirido um comportamento proativo e de independência no seu trabalho, atuando como empreendedor e como vetor de desenvolvimento tecnológico, não se restringindo apenas à sua formação técnica, mas a uma formação mais ampla, política, ética e moral, com uma visão crítica de sua função social como engenheiro.

A partir de uma sólida formação em ciências básicas e uma visão geral e abrangente da Engenharia Química,espera-se que o Engenheiro Química da UNIFEI tenha uma alta capacidade para a implementação das ferramentas e métodos científicos adquiridos ao longo do curso, resultando em melhorias e aumentos de produção ou redução de impactos ambientais negativos. Espera-se ainda que a formação multidisciplinar lhe permita atuar em vários setores, bem como contribuir para o desenvolvimento de seu senso de responsabilidade, criatividade, iniciativa e agilidade para aprofundar seus conhecimentos científicos.

Um dos grandes diferencias doa alunos  do curso de Engenharia Química - UNIFEI, é que eles possuem contato direto com equipamentos e instalações de escala industrial em aulas práticas típicas de laboratório, por exemplo, o que é essencial para uma formação prática bem consolidada do Engenheiro Químico. A tradição da Unifei no ensino, pesquisa e extensão nos mais variados ramos da engenharia fortalece a base e a formação dos alunos. Além disso, os alunos estão envolvidos em projetos de extensão, como a Oficina Piloto de Engenharia Química, participando de diferentes e inovadores projetos de pesquisa na área da Engenharia Química.

O curso de Engenharia Química teve nota máxima (5) na avaliação de reconhecimento de curso no ano de 2017. Com esta nota máxima recebida na avaliação do MEC e o ingresso de nossos alunos em empresas nacionais e multinacionais de renome, como já vem ocorrendo,  a expectativa é que o curso ocupe boas posições no ranking em um futuro próximo.

 

Coordenação do Programa: MARCIA REGINA BALDISSERA RODRIGUES

Telefone/Ramal: (35) 3929-1712

E-mail: eqi.itajuba@unifei.edu.br

Título do Profissional: Engenheiro Químico Área de Conhecimento CNPQ: Nenhum conteúdo disponível até o momento Modalidade de Curso: Presencial
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Calendário Acadêmico.
  • 30/01/2018 - 03/02/2018 · Matrícula para o período 2018.1.
  • 26/02/2018 · Início do período letivo 2018.1.
  • 18/07/2018 - 22/07/2018 · Matrícula para o período 2018.2.
Notícias Veja abaixo as noticias referentes ao nosso Curso.
SIGAA | DSI - Diretoria de Suporte à Informática - UNIFEI - (35) 3629-1080 | Copyright © 2006-2018 - UNIFEI - sigaa05.unifei.edu.br.sigaa05